Cozinheiro/a

6 de Agosto de 2018 | Perfis profissionais |

Da sua criatividade e do seu talento dependem o prazer da degustação dos clientes e a reputação de um restaurante. Fino Gourmet, curioso e infatigável, o cozinheiro exerce uma profissão que goza de um mercado de emprego dos mais favoráveis.

Nos grandes restaurantes trabalha-se em «brigada». Mediante as ordens dos cozinheiros com mais experiência, os empregados descascam legumes ou preparam as entradas. Sob a sua direção, os chefs de partie «vigiam tudo», tendo cada um a sua especialidade. O peixeiro prepara os peixes do dia. O proprietário de uma charcutaria supervisiona o cozimento das aves. O cozinheiro responsável pelos acompanhamentos confeciona as sopas e os «oeufs au lait», enquanto que o cozinheiro que prepara os molhos verifica o sabor do seu «molho béarnaise». O chefe de cozinha, esse, organiza as tarefas e controla a qualidade dos pratos. Ele elabora uma grande quantidade de pratos, entradas ou sobremesas, elabora os menus, supervisiona os stocks, avalia a quantidade de produtos a encomendar, controla as entregas. Enfim, permanece alerta de modo a que tudo ocorra da melhor maneira.

Nos grandes restaurantes trabalha-se em «brigada».

Relativamente aos ajudantes do chefe de cozinha, existe toda uma hierarquia que podemos escalar ao longo dos anos. Nas cantinas e nos restaurantes de empresas os empregados de restauração coletiva são mais polivalentes. Eles passam da confeção de entradas à cobrança das refeições e à limpeza da sala.

ofertas de emprego correspondentes
todas as ofertas de emprego correspondentes
artigos correspondentes