Questionar-se a si próprio

5 de Julho de 2018 | Carreira & Procura de emprego |

Quando não consegue avançar na sua procura de emprego, alguns pontos terão que ser alterados

Um processo de recrutamento é raramente curto e decorre em várias etapas: leitura dos currículos, retirada de candidaturas, um primeiro telefonema, a entrevista de emprego... Em cada uma dessas etapas uma candidatura pode ser colocada de parte. Para conseguir alcançar o final de cada etapa será necessário questionar-se a si próprio.

Quando enviamos candidaturas, mas nunca recebemos uma resposta, a razão pode estar no público-alvo. Talvez o perfil não corresponda porventura à oferta de emprego. Por isso, as ofertas devem ser bem selecionadas e todas as candidaturas devem ser bem pensadas.

Se recebe só respostas negativas a razão pode estar no facto de o seu perfil não ser procurado de momento ou talvez não possua algumas das competências exigidas. Neste caso, a procura deverá ser reajustada e, ao mesmo tempo, as competências deverão ser alargadas, como por exemplo através da aprendizagem de línguas.

Conseguir uma entrevista de emprego é um bom sinal. No entanto, se não foi selecionado a razão pode estar no próprio comportamento durante a entrevista: hesitar nas respostas, falar demais ou demasiado pouco, má preparação ou um comportamento arrogante poderão ter uma influência negativa na decisão final. Ter cuidado na escolha das palavras, colocar as questões corretas e dar as respostas certas – é isto que aumenta as oportunidades.

Se não conseguiu passar à fase decisiva, a razão pode estar nas suas expetativas salariais, ou noutras exigências por si efetuadas. Demonstrando flexibilidade nestes aspetos, poderá ter boas notícias. Em caso de rejeição, não hesite em perguntar a razão. Assim, poderá melhorar a sua candidatura relativamente a ofertas de emprego futuras o que pode, no final , conduzir a um final feliz. Pac

ofertas de emprego correspondentes
todas as ofertas de emprego correspondentes
artigos correspondentes