Pinóquio à procura de emprego

3 de Julho de 2018 | Carreira & Procura de emprego |

Estes erros devem ser evitados

Todos nós já fomos desonestos. Uns de forma reduzida e inocente, outros em grande estilo. Cartas de apresentação não são exceção: embelezar as suas experiências ou preencher lacunas são só dois exemplos. Mas onde se brinca mesmo com a verdade?

Muitas vezes a parte das competências é demonstrada com exagero. Um exemplo é o aumento de nível de conhecimentos de uma língua estrangeira. No entanto, isso pode ser detetado de forma muito rápida e simples: uma pequena conversa na língua estrangeira durante a entrevista.

Exagerar nas suas responsabilidades também é muito usual. É sempre mais bonito ler algo no papel do que parece na realidade.

Alguns já prolongam a duração de um emprego de modo a evitar e esconder lacunas no currículo.

Alguns já prolongam a duração de um emprego de modo a evitar e esconder lacunas no currículo.

Por vezes, cargos anteriores são novamente referidos. Como relativamente às responsabilidades, também aqui é fácil de brincar com palavras. Existem também indivíduos que dizem possuir diplomas só para melhorar o aspeto da candidatura. Ou escolhem empregadores para os quais nunca trabalharam. Uns até vão ao ponto de inventar empresas.

Por último, existem indivíduos que se atribuem méritos e prémios que nunca receberam. No currículo ou na carta de apresentação deve-se sempre ser honesto. Pequenas infidelidades à verdade são sempre fáceis de descobrir por alguém com experiência e são, muitas das vezes, fáceis de verificar. Honestidade significa menos estresse.

ofertas de emprego correspondentes
todas as ofertas de emprego correspondentes
artigos correspondentes