No mesmo comprimento de onda

12 de Março de 2019 | Carreira & Procura de emprego | Nathalie Burg

É assim que ganha a simpatia dos seus colegas

Para um dia agradável no trabalho, o ambiente de trabalho entre os colegas é crucial. Mas nem sempre você está no mesmo comprimento de onda dos seus colaboradores.

A compreensão recíproca, imediata, no local de trabalho é provavelmente o desejo de todos os recém-chegados, mas nem todos o conseguem alcançar.

Aqui estão algumas dicas sobre como ganhar a simpatia dos seus colegas mais rapidamente.

Pessoas do mesmo tipo ficam juntas!

Os nossos amigos tornaram-se nossos amigos porque nos identificámos com eles em parte. Podemos ter interesses semelhantes, o mesmo gosto musical ou gostar das mesmas coisas, e assim por diante. É, exatamente, isso que pode acontecer no local de trabalho.

Se conhecer alguém melhor ao longo do tempo, aprenderá sobre os seus hobbies e interesses e, talvez, encontre algum ponto em comum em que possa basear uma amizade.

Assim como gostamos de falar sobre experiências especiais, os nossos colegas também ficam contentes quando podem contar o seu entusiasmo ou a sua frustração a alguém.

Os olhares valem mais do que mil palavras!

Durante as conversas, o mais importante é o olhar correto. O facto de olhar o outro nos olhos enquanto fala, aumenta a sua própria credibilidade e testemunha a recetividade ao seu interlocutor. Também no caso do sorriso, deve deixar que os olhos participem, pois só assim o virá do coração e irá parecer sério e sincero.

Mostrar interesse!

“Quem não fica feliz quando as pessoas estão interessadas na sua pessoa, lhe perguntam como está, o que fez no fim-de-semana ou onde irá na próxima viagem?”

Assim como gostamos de falar sobre experiências especiais, os nossos colegas também ficam contentes quando podem contar o seu entusiasmo ou a sua frustração a alguém. Isso gera união e, desse modo, podemos conhecer-nos melhor uns aos outros.

Depende de pequenas coisas!

Mesmo coisas sem importância podem contribuir para uma união mais amigável. Lembrar a idade dos filhos do colaborador, o nome do seu parceiro ou apenas o seu gosto musical, o que, à primeira vista é irrelevante, mas deixa uma impressão positiva. Sabe-se que o problema está nos pormenores.

No entanto, apesar de todos os conselhos, se quer ser honesto, deve permanecer fiel a si mesmo e não fingir, porque a honestidade absoluta é a base de qualquer relacionamento, seja privado ou profissional.

ofertas de emprego correspondentes
todas as ofertas de emprego correspondentes
artigos correspondentes